D. Sebastião

Qual D. Sebastião,

uns dizem que não existe, outros que não passa de uma miragem.

Outros ainda que já ouviram falar… mas que não acreditam.

A verdade é que o Alvarinho Curtimenta á moda antiga de Anselmo Mendes nunca antes tinha pisado solo açoriano.

Felizmente e por alturas do nevoeiro de S. João eis que surge o

           alvarinho-curtimenta.jpg

dito, na sua ultima versão: 2005

Aspecto limpido, com cor ambar mostrando alguma evolução. No aroma as frutas sobresaem e promete untuosidade fora de série. Na boca confirma-se o aveludadoe  a seda extraordinária, sabor a casta sem o acidulo em excesso caracteristico da mesma.Um espanto.. ainda estou de cara á banda.

 O melhor Alvarinho que alguma vez provei, que diabos…

O Melhor BRANCO que alguma vez provei  (dos mais caros também)

Custa 27€ 

e se alguem quiser é só contactar aqui a malta (pelo menos até acabar o stock – necessáriamente curto)

paulopacheco@sapo.pt

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s